Montando meu Armário-Cápsula #Post 01

by - 07 setembro


No primeiro post que escrevi sobre Capsule Wardrobe ou Armário-Cápsula compartilhei o conceito principal desse método de organização, as idealizadoras/minhas inspirações e algumas dicas essenciais para quem deseja embarcar nesse projeto também (leia o post AQUI).
Resolvi aderir  ao método porque achei a ideia super interessante e viável pra mim que estou em busca de um consumo mais conciente e uma definição para o meu estilo de vestir, além de ser um exercício de auto-conhecimento.
Oficialmente meu armário-cápsula só começa dia 23/09/15 (inicio da primavera), mas já escolhi a quantidade de peças que usarei e estou me programando com relação a isso. Sinto que terei algumas dificuldades pelo caminho, mas estou confiante que essa experiência me trará uma nova pespectiva.


Vantagens
Aderindo ao armário-cápsula vou limitar o número de peças do meu guarda-roupa e aproveitar melhor as peças que já tenho. Usando a criatividade para montar combinações versáteis. / Economizar dinheiro, pois com o projeto não comprarei roupas novas nos próximos três meses (meta pessoal). Vou organiza meu orçamento destinado a roupas. / Vou otimizar o espaço no seu guarda-roupa. Ele não ficará cheio de roupas que não uso e que ao mesmo tempo me dão aquela sensação de abrir o guarda-roupa e não saber o que vestir. 

Escolha das peças
Escolhi apenas peças que realmente vou usar. / Defini uma paleta de cores (ela estará no próximo post). / Levei em conta minha rotina, estilo e lugares que frequento para escolha das peças. Priorizei peças básicas, que combinam entre si. / Cataloguei, fotografei e experimentei as peças para facilitar a escolha.


E no final organizei meu armário-cápsula da seguinte forma:

  • Escolhi as peças que usarei nos próximos 3 meses (Total: 50 peças fixas de roupa). Vou me organizando e adaptando meu estilo a essas peças de acordo com a mudança do clima nesse período (não comprei nenhuma peça, utilizei aquelas que já tenho).

  • A cada mês vou tentar tirar algumas peças da cápsula. Decidi fazer esse exercício porque percebi que 50 peças é um número grande e essa prática vai me ajudar a desenvolver da melhor forma meu armário cápsula.

  • Autônomia para troca de sapatos (Desde que os mesmos se adequem ao armário-cápsula e conversem com as peças escolhidas): Fiz um apanhado e editei a quantidade de sapatos para 20 peças.

  • Bolsas e cintos também não entrarão na minha contagem de peças: Mas quis deixar o mínimo possível de peças para melhor me organizar (Fiquei com 5 peças de cada).

  • Acessórios: Resolvi manter todos aqueles que tem haver com as peças escolhidas e vou usar a criatividade.

  • E o uĺtimo, mas não menos importante: Praticar o desapego. Tenho muita dificuldade em desapegar. A maioria das peças pra mim tem um valor sentimental. Pode acreditar!. Algumas coisas colocarei à venda numa página que criei no facebook (pra quem sabe juntar uma graninha $$$) e numa lojinha que criei no Enjoei. / outras peças ficaram pra doação e as mais velhinhas resolvi me desfazer mesmo, pois estavam bem feinhas e não valia à pena doar. No final de tudo esse exercício está sendo libertador e com certeza outras pessoas ficaram felizes em receber as peças.

Entrar nessa do armário-cápsula está sendo uma experiência incrível, embora cansativa. Estou bem animada e ansiosa para compartilhar tudo com vocês nos próximos posts. E quem quiser tentar também, o convite está feito. Compartilhem comigo suas experiências também, vou amar saber.

Beijinho

Leia também:

2 comentários

  1. Thay, estou adorando posts sobre o tema e confesso que não conseguiria viver com essa quantia de roupas, haha.
    Mas estou cada semana mais separando peças, se desapegando e dando espaço ao guarda-roupa.

    Mil beijossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Glen. Confesso que também estou tendo dificuldades, mas como a Gabi do Teoria Criativa falou: " com o tempo tudo vai ficando mais fácil". Espero!!.
      Adorei sua visita amiga.

      Beijinho
      Thay

      Excluir

Comente Aqui. Sua Opinião é Importante.

Tecnologia do Blogger.